O fim de uma era

É como um berro que desagasta a voz.
As palavras vão ficando magrinhas,
quebradas, inaudíveis.

A camisa não cabe mais,
o sorriso não abre mais,
eu espero que acabe, mas…

Uma espiadela para trás.
Um carinho no talvez.
E bye bye!

É o capítulo final.
Um salto mortal.
A batata tá sem sal.

Um presente perfeito
para o eu do passado.
Obrigado!

Mas vai
Que essa era
já era.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s